Voltar

A jardinagem pode ser um bom exercício também para a mente

29 de junho de 2016.

 

Contemplar a natureza, um campo florido, um jardim bem cuidado promove uma sensação de bem-estar. "Os jardins ensinam, confortam, os jardins nos fazem crescer. Cuide de seu jardim, e o mundo inteiro ficará radiante", diz o autor de Terapia da Jardinagem, Ted O'Neal. E se além de contemplar, você tivesse a oportunidade de seguir o conselho do autor e participar ativamente da criação desse cenário? A jardinagem traz diversos benefícios diretos e indiretos.

 

Comprovadamente, a jardinagem reduz o estresse, a ansiedade, melhora os sintomas de depressão, trabalha grupos musculares, além de estimular a exposição ao sol e elevar os índices de vitamina D. Nos Estados Unidos, Carl Caspersen, epidemiologista, publicou o resultado de um estudo no American Journal of Epidemiology, atestando que 225 minutos de jardinagem por semana é significante no tratamento de doenças coronárias e outras típicas da modernidade como o diabetes, a obesidade e osteoporose. E na Universidade de Medicina de Nevada, pesquisadores atestaram que o parar a correria cotidiana e canalizar a atenção para uma atividade prazerosa e em contato com a natureza, diminuem as preocupações e as frustrações.  

 

 

Confira a matéria completa sobre os benefícios da jardinagem na revista Vem Viver, que traz, ainda, dicas de como fazer um jardim vertical em espaços pequenos. Clique aqui