Voltar

Atitudes simples podem inserir atividades físicas no seu dia a dia

05 de outubro de 2015

 

Acordar cedo, trabalhar o dia todo, ir à faculdade ou cuidar dos filhos e, finalmente, dormir. Quem encara essa rotina acelerada sabe que não é fácil encontrar tempo para praticar exercícios. A boa notícia é que existem alternativas simples para incorporá-los à agenda.

 

Para o médico esportivo e ortopedista Fabio Nicolao o ideal para quem deseja se movimentar em casa ou no trabalho é procurar orientações de um educador físico ou de um fisioterapeuta. "O profissional montará um programa básico de exercícios que poderão ser realizados com equipamentos práticos, como colchonetes, bolas, elásticos e até mesmo com móveis do ambiente onde você está", afirma.

O fisioterapeuta Ricardo Guerra acrescenta que o período mais difícil é justamente a fase de adaptação, que em geral dura três semanas. Esse tempo corresponde à organização do sistema musculoesquelético para se adaptar à nova rotina de atividades físicas. Nessa etapa, é importante não exagerar na intensidade e no volume dos exercícios para não ter uma sobrecarga e minimizar os riscos de dor ou de lesão do tecido muscular.

 



 

Qualquer atividade aeróbica pode ser feita em casa, mas algumas dependem do espaço e do material adequado. Por isso, a escolha deve levar em conta a viabilidade. Guerra recomenda deixar o conforto da tecnologia de lado. "Usar as escadas em vez do elevador, lavar a louça e a roupa manualmente e levantar para desligar a televisão são atividades do cotidiano que devem ser realizadas sempre que possível. Mas, para manter o ritmo, é preciso sentir prazer com o exercício", revela.