Voltar

Central Nacional Unimed realiza atendimentos e ações sociais em São Paulo

Central Nacional Unimed realiza atendimentos e ações sociais em São Paulo

Central Nacional Unimed realiza atendimentos e ações sociais em São Paulo

11 Fevereiro 2021

Central Nacional Unimed realiza atendimentos e ações sociais em São Paulo

No aniversário da cidade, em 25/01, operadora celebra o que tem feito na região, como a entrega da Praça da Cidadania em Paraisópolis e como conseguiu se adaptar ao desafiador ano de 2020

O próximo 25 de janeiro é aniversário de São Paulo e, na comemoração de 467 anos da cidade, a Central Nacional Unimed celebra também as diversas ações e atendimentos à população que tem realizado desde 2001, quando passou a ser uma das representantes da marca Unimed no município. Em 2020, no entanto, um novo desafio surgiu: como se sobrepor às adversidades da pandemia, manter seus serviços e atender as expectativas dos paulistanos.

Mas antes disso, é necessário voltar a 2019, para retomar quando os laços entre a Central Nacional Unimed e os paulistanos se consolidaram definitivamente. Em fevereiro de 2019, por meio de uma reorganização estratégica do Sistema Unimed, a cooperativa nacional da marca Unimed passou a ser a única responsável pelo atendimento e comercialização de planos em 29 municípios da Grande São Paulo, capital e cidades do ABC.

Em demonstração do novo compromisso firmado com a cidade realizou um forte reposicionamento de marca, que contemplou a inauguração de novas sedes; exposição de arte em comunhão com a prevenção e cuidados com doenças auditivas e deficientes, a Ear Parade; adoção de praças públicas; ações de marketing no metrô; aulas de atividade física em parques; corrida de rua; ação de Natal e o name rights do Teatro Unimed e UnimedHall. Entregas que possibilitaram associar saúde e bem-estar à rotina dos paulistanos.

Contudo, em março de 2020, a pandemia se instalou e a Central Nacional Unimed passou a centralizar seus esforços no combate à Covid e ao atendimento aos clientes. Todas as atividades foram previamente interrompidas ou adaptadas para evitar aglomerações e oferecer ambientes seguros. Ainda assim, ciente de todas as consequências sociais e da calamidade do cenário que acompanha a crise sanitária, não deixou de investir em cultura, iniciativas sociais e apoio à população paulistana.

“Em uma crise generalizada como a que vivemos é evidente que todo o foco é destinado ao cuidado do paciente, mas também há outras dimensões sociais e econômicas que atingem a vidas das pessoas e refletem diretamente na saúde, como problemas financeiros e a condição de estar isolado dos amigos e familiares. Por isso, não podíamos deixar de ter um olhar mais amplo das consequências da pandemia. Em São Paulo, temos a honra de representar uma marca que inspira confiabilidade e, como facilitadores do acesso à saúde, prover também qualidade de vida. Essas ações reforçam nosso comprometimento com os paulistanos, de entregar bem-estar e cuidado da saúde física e mental”, afirma Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed.

Confira as realizações da cooperativa em São Paulo, no ano de 2020:

Foco assistencial

A operadora implantou a Célula de Atendimento Covid-19, um canal exclusivo para acolher os beneficiários que buscam orientação sobre a doença ou que tenham suspeita de contaminação. Desde então, atendeu mais de 22 mil pessoas que residem na cidade. Ainda dentro desta célula, foram realizadas mais de 1.200 teleconsultas por vídeo, entre agosto e janeiro, quando a ferramenta passou a ser utilizada. Por meio de suas sete clínicas próprias no modelo de Atenção Primária à Saúde em São Paulo, quatro inclusive inauguradas durante a pandemia, foram 4.800 videochamadas. O índice de desempenho das teleconsultas está entre 93 e 97% de satisfação.

Com 281 mil beneficiários atendidos na cidade de São Paulo, durante todo o ano de 2020, a Central Nacional Unimed realizou 4,7 milhões de exames, consultas e procedimentos ambulatoriais, e autorizou mais de 35 mil internações.

Atenção à população e cultura

Mais recentemente, em dezembro de 2020, entregou, em parceria com o Fundo Social de São Paulo, as obras da “Praça da Cidadania”, espaço equivalente a 3700 m² de área construída em Paraisópolis, na Zona Sul. A comunidade passou a contar com soluções integradas de capacitação profissional, bem como áreas de lazer e esporte. A operadora também mantém a zeladoria de outras três praças da capital - N. Sra. Aparecida (Moema), General Costa Barreto (Tatuapé) e Maria Noeli Carly Lacerda (Vila Madalena) -, como parte do programa “Adote uma Praça”.

Todas essas intervenções estão sob gestão do Instituto Central Nacional Unimed, também lançado em 2020, que tem como base ações que incentivam a ecologia, educação à geração de renda, e o fomento ao empreendedorismo.

Em parceria com outras cooperativas do Sistema Unimed, o Instituto Central Nacional Unimed mobilizou ainda o movimento “Saúde e Ação”, que arrecada recursos para doação de cestas básicas, kits de higiene e limpeza, máscaras de proteção, dentre outras formas de apoio para ajudar famílias que moram em regiões de alta vulnerabilidade social. A compra de todos os produtos é realizada em comércios locais, priorizando os pequenos empreendedores. Somente em São Paulo, 11 instituições beneficentes estão cadastradas no programa, amparando cerca de 9 mil famílias.

O Curso de Cuidadores de Idosos, gratuito e disponibilizado para São Paulo desde 2014 e que já formou mais de 2,6 mil pessoas, também foi remodelado na pandemia e passou a ser 100% online. Mais de 800 paulistanos se inscreveram e se capacitaram para atender a demanda do mercado e proporcionamos qualidade de vida para os idosos. Os participantes do programa social “Unimed Ativa”, em Artur Alvim, Zona Leste da capital, que há oito anos reúne pessoas com mais de 60 anos para a realização de atividades físicas e de sociabilização para melhorar a qualidade de vida, também mantiveram seus encontros, agora por meio virtual, e não deixaram de se movimentar e divertir juntos.

Na cultura, o Teatro Unimed também se reinventou para manter viva a produção teatral e criou o projeto “Teatro Unimed em Casa”, que estreou em 1º de outubro, com o espetáculo ‘Madame Sheila’. Com exibição gratuita no site do Teatro Unimed, a casa retomou suas atividades, levando cultura e entretenimento de qualidade não apenas ao público paulistano, mas para mais de 80 mil pessoas, em 40 países ao redor do mundo.