Voltar

Como as emoções podem influenciar a saúde

Como as emoções podem influenciar a saúde

Como as emoções podem influenciar a saúde

13 Setembro 2016

13 de stembro de 2016.

O corpo humano possui uma espécie de conexão com a mente. Ao estar estressado ou ansioso, ele pode reagir emitindo um alerta de que algo não está normal. Um evento estressante, por exemplo, pode elevar a pressão arterial. A baixa saúde emocional pode debilitar o sistema imunológico, deixando-o mais suscetível a resfriados e outras infecções durante os períodos emocionalmente difíceis. Além disso, quando se está estressado ou ansioso os cuidados com a saúde costumam deixar de ser prioridade, como praticar exercícios físicos e prezar por refeições nutritivas, o que pode debilitar ainda mais o corpo.

Abaixo estão alguns dos sinais que costumam estar associados ao desequilíbrio da saúde emocional: 

- Mudança repentina no apetite

- Cansaço extremo

- Dores de cabeça

- Pressão arterial alta

- Insônia

- Palpitações (sensação de que o coração está acelerado)

- Impotência sexual

- Torcicolo

- Suor excessivo

- Ganho ou perda repentina de peso

Se um ou mais dos sinais acima têm aparecido com frequência, converse com seu médico. Avalie antecipadamente como está a sua rotina e se ocorreram episódios que fugiram do habitual. Durante a consulta lembre de mencionar os sentimentos que você identificou. O médico será capaz de certificar se algum problema de saúde está causando esses sintomas físicos ou se podem ser causas emocionais.
 

Atitudes para uma boa saúde emocional

- Busque reconhecer suas emoções. Ao identificar o que está ocasionando tristeza, estresse ou ansiedade fica mais fácil gerenciar a saúde emocional.

- Expresse os sentimentos de angústia, pois mantê-los escondidos pode fazer com que você se sinta mal. Desabafe com seus amigos e familiares sobre situações que estão lhe incomodando.

- Nem sempre as pessoas mais próximas podem ser capazes de ajudar a lidar com esses sentimentos. Nessas ocasiões, peça ajuda a alguém que esteja fora da situação, como seu médico.

- Viva uma vida equilibrada, não fique obcecado com os problemas do trabalho, da escola ou de casa. Isso não quer dizer que você precisa fingir estar feliz quando se sente estressado, ansioso ou aborrecido, mas procure se concentrar também nas coisas positivas que ocorrem em sua vida.

- Seja resiliente, assim fica mais fácil lidar com o estresse de forma saudável. Mantenha visão positiva de si, aceite mudanças e busque enxergar todas as perspectivas de um acontecimento, não apenas as negativas.

- Reserve períodos para acalmar o corpo – aprenda métodos de relaxamento, como meditação, ouça música, pratique yoga, etc., são formas eficazes de equilibrar as emoções.

- Tenha uma rotina regular de alimentação e preze por ingerir alimentos saudáveis, durma o suficiente e exercite-se regularmente para aliviar a tensão reprimida. Evite excessos e não use drogas ou álcool, pois eles podem gerar outros problemas.



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: