Voltar

Coronavírus: o que acontece se atrasar a segunda dose da vacina?

Coronavírus: o que acontece se atrasar a segunda dose da vacina?

Coronavírus: o que acontece se atrasar a segunda dose da vacina?

 

Para garantir a eficácia da vacina contra a Covid-19 é necessário que sejam tomadas

duas doses do imunizante. 

No Brasil possuímos dois tipos de vacina e cada uma delas possuem um período apropriado
para o recebimento da segunda dose, sendo entre 14 e 28 dias para a CoronaVac e três meses
para a AstraZeneca

Levando em consideração que a produção das vacinas será suspensa por falta de insumo e que
em muitos lugares o imunizante já está em falta, o que acontece com a pessoa que não conseguir
tomar a segunda dose no tempo correto?   

A pessoa que não receber a segunda dose no período apropriado continuará propensa a contrair
o vírus enquanto aguarda a aplicação da vacina. Por esse motivo, é importante que a segunda dose
seja aplicada assim que possível.  

"O indivíduo não vai perder a imunidade constituída após a primeira dose", afirma Isabella Ballalai,
vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). "A segunda dose é um reforço, uma
forma de estimular o corpo a produzir um número ainda maior de anticorpos.

Portanto, enquanto as duas doses da vacina mão for aplicadas, mantenha o cuidado redobrado. Use
máscaras, mantenha as mãos e superfícies limpas e adote o isolamento social. 

 

Superar esse momento juntos. Esse é o plano!


Fonte: Equipe de Marketing.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR: