Voltar

Dicas para usar bem o 13º salário

Dicas para usar bem o 13º salário

Dicas para usar bem o 13º salário

6 Dezembro 2016

06 de dezembro de 2016.

O pagamento do 13º salário é um dos momentos mais esperado do ano, pelos assalariados com registro na carteira de trabalho. Na hora que o dinheiro chega à conta, contudo, muitos ficam em dúvida sobre o que fazer: gastar o extra em presentes, viagens de férias, ou pagar dívidas. Segundo Rogério Muracca, superintendente Executivo de Controladoria e Finanças da Central Nacional Unimed, comece pelas dívidas. E planeje bem o que irá fazer para não perder esta oportunidade única no ano.

Dívidas:
Priorize a liquidação delas. Cubra o cheque especial, quite o saldo rotativo do cartão de crédito, pague parcial ou integralmente os empréstimos bancários. Os juros dos empréstimos são muito caros e, com a antecipação ou liquidação, você reduzirá o gasto, sobrando mais dinheiro no bolso. O prazer de liquidar uma dívida é muito maior do que o de um gasto novo.
 
Financiamentos:
Os carnês dos eletrodomésticos, eletroeletrônicos, carros, imóveis etc. também podem ser amortizados. Porém, faça isto apenas quando os valores estiverem acima do seu orçamento, ou seja, se você tiver mais dívidas do que puder pagar. Caso contrário, se a prestação foi planejada e adequada aos seus rendimentos, não mexa com isso agora, pois você tem controle sobre estes gastos.

Compras:
Evite gastar compulsivamente, compre apenas aquilo que é necessário. Anúncios e facilidades nos levam a consumir o que não precisamos.

Reservas:
Guarde uma parte de seu dinheiro para as despesas de início de ano – matrícula e material escolar, IPTU, IPVA, entre outros.

Investimentos e Previdência Privada:
Depois de passar por todos os itens anteriores, chegou a hora de aplicar o seu dinheiro. Primeiramente, defina qual o seu desejo, o que pretende realizar no futuro, como, por exemplo, comprar um bem, viajar, pagar os estudos, fazer seu pé de meia ou aposentadoria. Há aplicações e produtos financeiros específicos (prazos - taxas de administração - rentabilidade) para cada tipo de desejo. Se não conseguir identificar sozinho, peça auxílio a um especialista da área de finanças. Bom planejamento e sucesso!

 



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: