Voltar

Não deixe a intoxicação alimentar estragar a festa

Não deixe a intoxicação alimentar estragar a festa

Não deixe a intoxicação alimentar estragar a festa

16 Dezembro 2015

16 de dezembro de 2015
 

O fim do ano vem sempre acompanhado de muitas festas de confraternização, jantares, além, é claro, da ceia de Natal e Réveillon. Com tantos compromissos gastronômicos, é importante tomar certos cuidados no preparo e conservação dos alimentos para evitar que uma intoxicação alimentar estrague o clima de festa. 
 
Aves mal assadas, como o peru, e salada que não é corretamente lavada, por exemplo, são alguns dos causadores de intoxicação alimentar, que pode causar de gastroenterites, levando à diarreia e vômitos. 
 
 
Confira alguns cuidados com o manuseio e preparo dos alimentos:
 
- Descongele alimentos sempre dentro da geladeira, nunca em temperatura ambiente.
 
- Quando a comida já estiver pronta, conserve na geladeira, pois, em temperatura ambiente,  bactérias, como a Salmonella, podem se desenvolver. O ideal é não deixar o alimento pronto fora da geladeira por mais de uma hora. 
 
- Não misture alimentos de origens diferentes, como carnes e verduras ou carnes já assadas com carne crua.
 
- Evitar pratos à base de claras e gemas cruas, como maionese.
 
- Não use o mesmo utensílio durante a preparação de diferentes alimentos.
 
- Não encha demais a geladeira, pois a quantidade excessiva de alimentos e bebidas impede que a circulação do ar aconteça, não refrigerando adequadamente.  
 
Fonte: Secretaria de Saúde do Governo do Estado de São Paulo 


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: