Voltar

Substitutos do sal de cozinha tradicional

Substitutos do sal de cozinha tradicional

Substitutos do sal de cozinha tradicional

17 Maio 2016

17 de maio de 2016.
 

Diariamente somos alertados sobre as consequências do excesso de sódio (substância presente no sal de cozinha) no organismo. Consumido de forma moderada o sódio é importante no balanço hídrico da água no organismo, mas, quando ingerido em excesso, leva a um desequilíbrio, principalmente relacionado à pressão arterial e à retenção de água. Para se ter ideia, o sal de cozinha tradicional é composto por 99% de sódio. Enquanto a Organização Mundial da Saúde recomenda, no máximo, a ingestão de 5 gramas diárias do condimento, as estatísticas apontam que os brasileiros consomem mais que o dobro, em média 12 gramas todos os dias.
 

Caldo industrializado é rico em sódio
 

De nada adianta reduzir o sal na comida e substituí-lo pelos famosos caldos de carne ou de legumes. Ambos possuem quantidade altíssima de sódio em sua composição. Uma alternativa eficaz para dar sabor à comida, deixando de lado as opções industrializadas, é preparar em casa o caldo de legumes.

 

Ingredientes

2 cenouras

2 talos de salsão + as folhas de 1

1 cebola grande descascada

2 litros de água

2 folhas de louro

3 cravos-da-índia

5 grãos de pimenta-do-reino

 

Modo de preparo

1) Lave bem todos os legumes.

2) Corte a cebola em quatro partes, a cenoura em fatias grossas e o salsão em pedaços de 5 cm.

3) Coloque as folhas de salsão, os legumes e os temperos em uma panela.

4) Acrescente água e deixe cozinhar em fogo alto. Assim que começar a ferver, coloque em fogo baixo e deixe cozinhar por mais 30 minutos.

5) Por fim, coe o caldo em uma peneira fina e coloque o preparo em forminhas de gelo. O caldo de legumes pode ficar na geladeira por até cinco dias ou congelado por até três meses.



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: