Voltar

Turbine seu sistema imunológico com hábitos simples e boas risadas

Turbine seu sistema imunológico com hábitos simples e boas risadas

Turbine seu sistema imunológico com hábitos simples e boas risadas

7 Junho 2016

07 de julho de 2016.

 

Cuidar do sistema imunológico por meio de medidas simples no dia a dia podem evitar uma série de doenças. Praticar exercícios físicos regularmente e tentar um sono reparador podem ajudar a blindar a defesa do nosso corpo. Outra atitude importante: ter amigos. Quem ri adoece menos.

 

Confira algumas dicas:

 

- Não fumar: O cigarro contém várias toxinas estranhas ao corpo e, por isso, o tabagismo ativa o sistema imunológico de forma contínua. A pessoa que fuma, ou mesmo o tabagista dito passivo, tem mais chances de ter asma (doença relacionada com a inflamação das vias aéreas) e alergias decorrentes da ativação exagerada do sistema imunológico.


- Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas: Ingerir bebida alcoólica sobrecarrega o fígado e interfere na resposta das células do sistema imunológico. Pessoas com esteatose hepática (gordura no fígado) têm mais chances de ficarem doentes.

 

- Alimente-se de forma saudável: No trato gastrointestinal (ou sistema digestório) encontra-se um terço do nosso sistema imunológico. Ao comer produtos industrializados (com corantes, adoçantes, edulcorantes etc) a pessoa ativa o sistema imunológico porque essas substâncias são tóxicas ao organismo. O corpo entende como sendo uma ameaça e inicia um processo de destruição dessas substâncias. Ao contrário, uma alimentação rica em vegetais, além de ser benéfica para a ativação adequada dessas células de defesa, ainda se associa ao benefício da ingestão de vitaminas e sais minerais que ajudam a controlar a resposta do sistema.

 

- Não comer açúcar: O açúcar interfere na capacidade de resposta das células de defesa. Quando encontram uma bactéria, por exemplo, essas células demoram mais tempo para dar início ao processo de ataque em comparação ao mesmo processo num ambiente sem açúcar.

 

- Controlar o estresse: Indivíduos estressados têm níveis de cortisol (hormônio do estresse) alterados. Esse hormônio é importante por ser um sinalizador de ameaça para o corpo. Quando os níveis de cortisol se alteram o sistema imunológico recebe um sinal de quem deve estar preparado para agir a qualquer momento. Porém essa resposta muitas vezes é exacerbada ou ineficiente.

 

- Dormir bem: O sono é reparador. As pessoas que têm queixas quanto ao sono e as que trabalham em período noturno têm mais chances de ficarem doentes porque não conseguem recarregar as energias. Uma noite mal dormida não é o problema. A questão aqui é relacionada com a repetição de noites mal dormidas.

 

- Praticar exercícios regularmente: Quem pratica atividade física mantém um sistema imunológico mais saudável, diretamente, porque mantém os níveis de cortisol (um hormônio que deve estar bem regulado dentro do corpo) e, indiretamente, porque os praticantes de atividade física regular tendem a ser mais conscientes quanto à alimentação. Quando uma pessoa pratica atividade física seus músculos contraem mais, o sangue circula melhor, as células do sistema imunológico que circulam nesse sangue chegam mais rápido e mais vezes em várias partes do corpo, tornando ainda mais efetivo esse sistema.

 

- Manter bons relacionamentos: As pessoas que mantêm práticas sociais de encontros com amigos e familiares ou que pertencem a uma comunidade adoecem menos. Bons relacionamentos fazem as pessoas rirem mais e rir é uma excelente prática para manter o sistema imunológico em equilíbrio.

 

 

 

Fonte: Blog Vigilante da causa magra/ Site do jornal O Estado de S. Paulo

 



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: