Voltar

Pré-natal do parceiro: você já ouviu falar?

Pré-natal do parceiro: você já ouviu falar?

Durante a gestação é importante que o homem também esteja atento à sua saúde para evitar a transmissão de doenças do pai para a mãe e, consequentemente, da mãe para o bebê.

Pré-natal do parceiro: você já ouviu falar?

3 Outubro 2016
Embora falar sobre cuidados durante o período de gestação possa parecer, num primeiro momento, ter relação apenas com a futura mamãe, é uma fase em que o homem também deve voltar as atenções para a própria saúde, ao mesmo tempo em que acompanha todos os processos que envolvem a gravidez. Para incentivar essa postura por parte dos futuros papais, o Ministério da Saúde criou o “Pré-natal do parceiro”. 

Através da realização de exames de rotina, da atualização da carteira vacinal, de testes rápidos e da adesão a qualquer tratamento necessário, é possível reduzir diversas complicações, como a transmissão vertical da sífilis, do HIV e das hepatites B e C. Isso é necessário porque, mesmo que a gestante esteja atenta a todos os cuidados recomendados, ela pode ser reinfectada ao manter relações sexuais com o parceiro infectado com sífilis e, no caso do HIV, a carga viral pode ser aumentada. A respeito das hepatites B e C, também transmitidas pelo contato sexual, são doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas podem gerar graves complicações como a insuficiência hepática e a cirrose. 

Abaixo listamos os exames básicos que são recomendados pelo Ministério da Saúde para o casal que está à espera de um filho: 


Rafaela Fusieger / Designer: Ana Carla Bortoloni

Fonte: Ministério da Saúde

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em