Voltar

Atividade física, uma aliada contra o estresse

Atividade física, uma aliada contra o estresse

A prática de exercícios proporciona inúmeros benefícios para o corpo, mas a mente também ganha com a prática

Atividade física, uma aliada contra o estresse

21 Setembro 2018

Se você tem reclamado de falta de tempo para fazer atividade física, reflita melhor se de fato não consegue um horário na agenda para fazer caminhada, yoga, musculação, lutas marciais, natação ou andar de bicicleta. Seja qual for a atividade de sua preferência, ela pode impulsionar suas endorfinas, te distrair das preocupações diárias e aliviar o estresse.

Além de melhorar a saúde de modo geral, o exercício gera sensação de bem-estar e aumenta a dose diária de energia e disposição. Veja como as atividades atuam no seu organismo:

Produção de endorfinas

A atividade física ajuda a aumentar a produção dos neurotransmissores do bem-estar do cérebro, as famosas endorfinas. Para isso, não é necessário correr 20 quilômetros ou jogar uma partida inteira de futebol. Realizar uma trilha na natureza, fazer uma caminhada na praia ou andar de bicicleta pelo parque já contribuem para o bem-estar mental.

Concentração

Depois de uma caminhada com os amigos ou de algumas braçadas na piscina, você poderá perceber que as irritações do dia ficaram no esquecimento. Um dos motivos é que esteve concentrado apenas nos movimentos do corpo. Você poderá se dar conta também de que estar focado no presente, em uma única atividade, gera mais otimismo e energia, ajudando-o a se manter atento a tudo o que fizer.

Melhora a autoconfiança

A prática de atividade física regularmente também colabora para o aumento da autoconfiança, pois ajuda a relaxar e diminui os sintomas associados à depressão ansiedade. Quem sofre de insônia também poderá observar melhora na qualidade do sono, muitas vezes interrompido por fatores relacionados ao estresse.

 

Consulte o médico

Antes de iniciar a prática de atividade física, consulte o médico, que irá orientá-lo sobre o tempo ideal e o tipo de atividade mais indicada para você.

Comece devagar

Construa seu nível de condicionamento físico gradualmente para evitar danos ao seu corpo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 150 minutos semanais de atividade física leve ou moderada (cerca de 20 minutos por dia) ou, pelo menos, 75 minutos de atividade física de maior intensidade por semana (cerca de 10 minutos por dia). Além disso, poderá incluir exercícios de treinamento de força pelo menos duas vezes por semana.

 

 

Faça o que você ama

Como já percebeu, praticar exercício físico pode ajudar na saúde mental e no condicionamento físico. No entanto, é importante que escolha uma atividade que goste.

 

Determinação

Ao criar o seu plano de atividade física, considere realizar algum exercício todos os dias. Dessa maneira, você mantém a sua saúde como algo prioritário.

 

Monte seu plano

Encontre um local adequado para praticar os exercícios, como parques e praças. Inicie realizando uma atividade leve e próximo de casa, pois ajudará na manutenção do hábito. E por fim, faça atividades em grupo, inclusive com pessoas do seu círculo de amizade. Isso será um estímulo a mais para você.


Texto: Jailde Barreto / Design: Alex Mendes e Gustavo Deip

Fonte: Ministério da Saúde e Mayo Clinic

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (6 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em