Voltar

ANS abre consulta pública sobre parto e Central Nacional Unimed faz palestra para explicar vantagens e desvantagens dos tipos possíveis

ANS abre consulta pública sobre parto e Central Nacional Unimed faz palestra para explicar vantagens e desvantagens dos tipos possíveis

ANS abre consulta pública sobre parto e Central Nacional Unimed faz palestra para explicar vantagens e desvantagens dos tipos possíveis

21 Novembro 2014

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) abriu consulta pública para debater as questões relativas ao parto, sobretudo o direito da mulher de escolher mais conscientemente entre o normal e a cesárea. Orientação sobre as vantagens e as desvantagens de um e do outro é uma prática antiga da Central Nacional Unimed no Programa de Gestantes que a operadora oferece a suas colaboradoras. 
 
 
Com palestra do ginecologista e obstetra, Francisco Pilla, também diretor Administrativo e Financeiro da cooperativa, as gestantes foram informadas sobre as características e diferenciais de cada escolha, e esclareceram as dúvidas no durante o encontro do último dia 5. 
 
"É extremamente importante que as gestantes estejam preparadas e seguras para dar à luz. A orientação pré-natal é o caminho mais curto para este entendimento. Os partos normais (aqueles sem complicações) são mais benéficos que as cesarianas, tanto para as mães quanto para os bebês. Enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) reforça como tecnicamente aceitável um índice de cerca de 15% para as cesarianas, o Brasil pratica quase 90%. Isso deve-se a uma cultura já disseminada entre médicos e gestantes. Lamentavelmente, os atores envolvidos no nascimento deixam de lado o principal interessado, o bebê. Por certo, se pudesse opinar, não aceitaria uma cesárea marcada e sem indicação técnica. Em nossa opinião, a decisão da via de nascimento (normal ou cesárea) deve ser concluída a partir de critérios técnicos bem definidos e indicações precisas, não sendo, portanto, uma escolha do médico e ou da gestante", afirmou Pilla.
 


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: