Voltar

De olho no cardápio

De olho no cardápio

De olho no cardápio

5 Novembro 2015

05 de novembro de 2015

 

O que colocamos no prato diz muito sobre quem somos e sobre nossa forma de nos relacionar com o mundo. O tipo de alimentação que escolhemos indica, além dos hábitos e da cultura, nossas crenças e nossos valores. Como é o caso da alimentação kasher, preparada de acordo com as leis judaicas, e da macrobiótica, baseada na  filosofia chinesa Yin e Yang, que prioriza um estilo de vida em harmonia com a natureza por meio de refeições simples, equilibradas e balanceadas.

No cardápio de quem opta pela alimentação considerada tradicional entra um pouco de tudo: carnes, frutas, legumes, vegetais diversos e até alimentos considerados não tão saudáveis, como doces e gorduras.

 


Mas é cada vez mais comum encontrarmos pessoas que optaram por abolir proteínas de origem animal do cardápio. Segundo pesquisa do IBOPE, cerca de 15 milhões de brasileiros já haviam aderido a uma dieta vegetariana em 2012. Independentemente da alimentação escolhida, com uma variedade de nutrientes e muito equilíbrio, é possível manter a saúde em dia.


"A alimentação é um dos fatores que mais influencia na saúde e na qualidade de vida. No século passado, a nutrição se preocupava em combater as deficiências nutricionais. Essa ênfase mudou, fez com que se preocupasse não somente com o tratamento de doenças, mas também com a prevenção delas", explica a nutricionista Andrea Veronezzi, especialista em Nutrição Ortomolecular e Nutrigenômica, Plantas Medicinais e Fitoterapia e Saúde Quântica.

 



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: