Voltar

É fome ou é gula?

É fome ou é gula?

É fome ou é gula?

17 Janeiro 2017

17 de janeiro de 2017.

Tem muita gente que acorda e logo pensa no café da manhã. Depois, quando chega a hora do almoço, vem aquela vontade de comer algo especial. E assim o dia segue, com um lanche no meio da tarde e um jantar gostoso para repor as energias e descansar. Imaginar as refeições dá até água na boca, mas como fazer para saber se estamos realmente com fome ou se é apenas gula?

Para a nutricionista Karine Moritaca, o primeiro passo é entender o que, de fato, é a fome. “Trata-se de uma resposta do organismo à falta de energia, que deve ser reabastecida de tempos em tempos. O objetivo é repor os combustíveis para o corpo realizar as funções básicas”, conta.

Essa sensação pode ser dividida em dois tipos. O primeiro é a fome fisiológica, que descreve a explicação da nutricionista acima. O segundo consiste em comer por prazer, ou seja, para satisfazer alguma necessidade emocional (tristeza, ansiedade, carência afetiva, euforia, entre outras). “Nesse caso, a pessoa usa o alimento para suprir sentimentos que se manifestam no dia a dia”, comenta.

É exatamente aí que mora o perigo. Muitas vezes, a fome emocional pode gerar um descontrole, que serve de porta de entrada para uma série de problemas de saúde, entre eles, a obesidade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) projeta que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam acima do peso e mais de 700 milhões, obesos.

No Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 50% da população está acima do peso, atingindo 15% das crianças. “Esse é um cenário preocupante. É fundamental aprender a controlar a fome, mas nem sempre é fácil. Muitas vezes se faz necessário recorrer à ajuda psicológica”, comenta.

 

Como identificar a fome?

Preste atenção no seu corpo
O organismo envia sinais de que precisa comer, como os roncos no estômago, que consistem em gases que pressionam o órgão quando está vazio.

Pense no que gostaria de comer
Uma fruta te deixaria satisfeito ou prefere um chocolate? Se responder sim para a segunda pergunta, é apenas gula.

Ignore distrações
Concentre-se nas refeições e mastigue devagar para sentir o gosto dos alimentos. Evite comer vendo televisão ou mexendo no celular.

Dê um tempo
Respire fundo e aguarde 15 minutos antes de comer algo. Se o desejo persistir após esse tempo, é fome.

 

Para ler a matéria completa, clique aqui e acesse a versão on-line da revista Vem Viver.



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: