Voltar

Inverno acentua surgimento de doenças respiratórias

Inverno acentua surgimento de doenças respiratórias

Inverno acentua surgimento de doenças respiratórias

23 Agosto 2016

22 de agosto de 2016.

Durante o inverno, a procura por consultórios e pronto atendimento aumenta, em média, 30%. A maioria dos casos é de pessoas com gripes, resfriados e dores de garganta.  De acordo com o otorrinolaringologista Pedro Rangel Perez, cooperado da Unimed Catanduva, crianças e idosos são os mais vulneráveis a essas doenças. “Nas crianças, o sistema imunológico não está completamente formado; já os idosos têm uma predisposição para doenças, o que facilita a instalação das doenças respiratórias”, disse.

Nesta época do ano, o revestimento respiratório tende a ficar mais ressecado em razão das baixas temperaturas e da oscilação da umidade do ar que, por sua vez, deixam a mucosa nasal mais seca e predisposta aos vírus. “Resfriado é diferente da gripe. Ambos são causados por vírus, porém, a gripe tem sintomas mais acentuados. As pessoas ficam mais indispostas, debilitadas, perdem o apetite, têm febres constantes e altas”, ressaltou o otorrino.

A automedicação não é recomendada pelo médico. Porém, muitos brasileiros têm em suas casas uma “farmácia” para combater algumas doenças que intitulam mais simples. Mas, se esquecem de que um pequeno escorrimento nasal, se não cuidado em tempo e de maneira correta, poderá se tornar uma dor de garganta ou até mesmo uma doença mais grave, como a pneumonia. “No inverno, essas doenças podem ter complicações e evoluir de uma forma mais séria. Por isso, são necessários tratamentos mais específicos e agressivos para reverter o quadro”, afirmou.  

 

Saiba como se prevenir

- Evite exposição em lugares fechados;

- Agasalhe-se bem;

- Tenha uma alimentação saudável;

- Coma frutas, saladas e legumes;

- Hidrate- se;

- Faça lavagens no nariz com soro fisiológico;

- Use o umidificador, sempre fazendo a limpeza necessária;

- Procure, sempre, um médico.

 

Fonte: Unimed Catanduva

 

 

 



Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: