Voltar

Alimentação saudável sem mitos

Alimentação saudável sem mitos

Nada de mentiras na hora de manter uma rotina alimentar equilibrada

Alimentação saudável sem mitos

28 Março 2024

 

O carboidrato é um vilão? Beber água em jejum faz bem? A ideia de alimentação saudável é rodeada por diversos mitos que envolvem desde os grupos alimentares até o horário das refeições. 

 

 

O problema é que, muitas vezes, essas informações são compartilhadas e podem, até mesmo, gerar prejuízos à saúde.

 

Ao longo deste artigo, vamos desmistificar algumas das crenças que acabam influenciando os hábitos alimentares daqueles que seguem à risca esse tipo de afirmação.

 

 

Mito: O pão branco é mais calórico do que o integral

imagem de pães

 

Apesar do pão integral ser, de fato, uma opção mais saudável do que o pão branco, não é pelo motivo que muitas pessoas pensam.

 

Na realidade, a vantagem do integral é oferecer todos os elementos nutritivos originalmente presentes na farinha integral – como fibras, minerais e vitamina –, proporcionando mais benefícios à saúde do que alternativas com a farinha branca (refinada).

 

Além disso, todos esses nutrientes presentes no pão integral levam mais tempo para serem absorvidos pelo organismo, o que garante mais saciedade e controle do apetite.

 

 

Mito: Suco verde em jejum pode queimar gordura

Imagem de um suco verde rodeado de verduras

 

Apesar de muitas pessoas acreditarem que certos alimentos podem simplesmente “queimar gorduras”, é importante dizer que esse processo apenas acontece a partir da combinação com algum tipo de gasto energético.

 

Por esse motivo, não é correto dizer que o suco verde é responsável pela queima de gorduras, nem mesmo quando consumido em jejum.

 

Mas aí vai uma dica que pode realmente ajudar: busque receitas saudáveis e saborosas com ingredientes leves. Isso irá proporcionar a energia necessária para realizar atividades físicas. É com a movimentação constante do corpo que sua queima de gordura será efetiva.

 

 

Mito: Cortar o carboidrato ajuda a perder peso

Imagem de uma pessoa colocando queijo ralado no macarrão

 

É extremamente comum nos deparamos com dietas que prometem emagrecimento rápido com base em um só aspecto: o corte de carboidrato.

 

Isso até pode fazer certo sentido, pensando que o processo de perda de peso tem a ver com déficit calórico (gastar mais calorias do que se ingere). Porém, nesses casos, o efeito não se mantém no longo prazo e a maioria das pessoas acaba retornando ao peso anterior.

 

Além disso, na falta de carboidrato – principal fonte de energia do organismo –, é comum o aumento do consumo de proteínas. O problema é que, em excesso, esse macronutriente pode sobrecarregar os rins e desregular o metabolismo, causando hiperglicemia, vômitos e dificuldades para respirar.

 

Por isso, não veja o carboidrato como um vilão, afinal, seu consumo associado a uma alimentação equilibrada é fundamental!

 

 

Mito: Beber água em jejum facilita o emagrecimento

imagem de um homem bebendo água

 

A hidratação é essencial para a manutenção do organismo. O papel da água inclui sua presença em reações metabólicas, na circulação, na manutenção da temperatura corporal e em outros processos fisiológicos.

 

Com tantas funções, é impossível negar a importância de se manter hidratado, não é mesmo? A questão é que não há comprovações científicas a respeito do efeito da ingestão de água em jejum no processo da perda de peso.

 

Por isso, tenha em mente: beber água é essencial em qualquer momento do dia!

 

 

Mito: Ovos aumentam o colesterol

imagem de ovos

 

Ao contrário do que muitos pensam, o percentual de colesterol dos ovos não exerce grande influência no valor total do colesterol no corpo. Essa relação muda apenas nos casos em que o consumo excede a quantidade de um ovo inteiro por dia – recomendação para um adulto saudável.

 

Agora, falando sobre os nutrientes, os ovos são uma ótima fonte de proteínas, vitaminas e minerais. Por isso, quando o assunto é uma dieta equilibrada, esse alimento tem presença garantida!

 

 

Como você pode ver, nem todo alimento é totalmente benéfico ou prejudicial. Na verdade, muitos até merecem ganhar mais espaço na sua rotina alimentar, mas pelos motivos certos e de maneira equilibrada!

 

E não se esqueça: mesmo com nossas dicas para uma alimentação equilibrada, cada corpo é único, então, apenas um profissional pode te guiar rumo a uma vida mais saudável! Para começar o aprendizado, leia: Qual a ordem mais indicada para consumir os alimentos?

 

 

Fontes: Abeso, Ministério da Saúde.


Agência SA 365 | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (1654 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em